Blog

Voltar

Começando uma coleção de arte

Projetos, Sandra Pierzchalski •

1capa

Arte enriquece a decoração. E as peças são, inclusive, um ótimo investimento – aposte em artistas novos que podem, lá para frente, ver suas obras valorizadas.

Mas, como começar uma coleção? O primeiro passo é se familiarizar com a arte. Frequente feiras, exposições, museus, ateliês. Assim, você vai entender o mercado e reconhecer o que você gosta e o que você não gosta. Afinal, existem obras de arte para todos os gostos, todos os bolsos e quaisquer tipos de ambiente.

A ajuda de um especialista – arquiteto, decorador ou curador – pode ajudar neste caminho. No apartamento abaixo, eu fui responsável por fazer a curadoria de uma coleção de arte moderna, com peças brasileiras.

2

Para um ambiente jovem, a fotografia é uma boa opção. Versáteis, descoladas e a cada dia mais valorizadas, as fotos dão um frescor contemporâneo para o cômodo.

3

Outra dica importante é não escolher a peça para um determinado local – compre a obra que falou com você, que lhe despertou um sentimento. Depois, fica fácil encontrar o lugar certo para ela na sua casa.

Aproveitar espaços tido como ociosos, por exemplo, e preenchê-los com arte cria uma nova sensação para o cômodo.

4

Vale até decorar o lavabo, por quê não? O cômodo é um dos “cartões de visita” da casa.

5

Mais para frente, já com know-how para fazer as escolhas certas, convidar um artista para fazer uma intervenção exclusiva valoriza todo o imóvel. Abaixo, obra de Vera Martins feita direto na parede por meio de sua técnica “chicotadas”.

6

Preparados para começar a sua própria coleção?

7